Para que Arte e Por que em Toda a Parte?

Ano passado recebi uma oportunidade incrível, contar histórias quinzenalmente para o mesmo grupo de crianças: os alunos da Educação Infantil da escola O Pequeno Polegar.
Por que considero isto tão maravilhoso?
Porque é a oportunidade única de um trabalho contínuo e aprofundado. É a chance de pôr em prática uma porção de teorias que estudei no correr dos últimos 13 anos.
Comecei no início do ano letivo, e tem sido realmente maravilhoso.
E eis que chega a primeira reunião de pais e com ela mais um desafio encantador. Montar uma contação para adultos (coisa que nunca fiz antes) apresentando o projeto da escola no qual meu trabalho está integrado: “Arte em toda parte”.
Segue o texto desta contação, em sua primeira versão. Como prêmio uma mãe presente na reunião, professora de profissão, me convidou para fazer uma nova versão da história, mas a nova versão deste conto eu conto outra hora…

Para que Arte? E Por Que em toda parte?

É que quando a arte faz parte do conhecimento que nasce, um novo mundo se abre.
Mas o que é que eu quero dizer? Calma, já vou esclarecer:
Ler e escrever qualquer um pode aprender. Mas faça este aprendizado com arte e alegria, um pouquinho por dia, que a criança terá boa caligrafia e lerá com maestria tudo que lhe der à vista.
E não é só no aprendizado que ela ajuda não. Cada arte traz um aprendizado à mão, nas mangas mais um montão e no bolso mais uma porção.
E tem tanta coisa para se aprender, mas tem muitas artes para se fazer. Mas para não abusar do seu tempo e da sua atenção, vou me concentrar na contação de histórias, que é a minha especialização e é a arte que eu exerço aqui e agora.
A criança que ouve histórias aprende a falar e também a hora de se calar e ouvir. E que aprendizado quando ela tenta a história repetir.
E toda história esconde dentro de si uma preciosa lição e, se divertindo, a criança aprende mais que com sermão. Aprende a amar e respeitar pais, avós e irmãos. Aprende a praticar o bem e a viver em união. Descobrem o valor da amizade e como separar o certo do errado. Aprendem a importância de pensar sempre no outro lado.
E os conhecimentos que se aprende na escola?
Pois saibam que tem histórias que apresentam as formas, círculo, triângulo e quadrado. Histórias que ensinam cores, números e até as letras do abecedário.
Tem conto para aprender a contar, para descobrir os números decimais e entender a fração. E, por que não, se precisar, inventar uma história para ensinar uma equação?
E essas são apenas algumas das possibilidade, olha que eu ainda nem entrei nas habilidades.
Além de aumentar a imaginação e a ampliar a criatividade, aumentam a capacidade de interpretação e a lateralidade. Isso sem contar que as rimas, que dão ritmo à narração, ajudam a manter a atenção, desenvolvem a concentração e ainda diminuem a tensão.
Enfim, o que passa pela arte, chega ao coração e é por isso que “arte em toda a parte” melhora a educação.

1 comentário

  1. ~João Bello · abril 18, 2015

    Viva a arte de encantar amiga. Vai em frente e conte comigo sempre.Paz e luz na caminhada.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s